João Azevêdo assina carta pela revogação de decreto que amplia porte de armas

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), e outros doze governadores assinaram uma carta contra decreto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que amplia porte de armas no Brasil.

Eles pedem que Executivo, Judiciário e Legislativo atuem pela “imediata revogação” do dispositivo, “como para o avanço de uma efetiva política responsável de armas e munição no país”, afirmam.

“Julgamos que as medidas previstas não contribuirão para tornar nossos estados mais seguros”, ressaltam.

Os gestores estaduais entendem que, a medida terá impacto negativo na violência, aumentando a quantidade de armas e munições que poderão abastecer criminosos e os riscos de que discussões e brigas entre nossos cidadãos acabem em tragédias.

Os governadores de Pernambuco, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Alagoas, Sergipe, Distrito Federal, Espírito Santos, Amazonas e Tocantins também assinaram o texto.

Na próxima sexta-feira (24), o governador João Azevêdo estará, no Recife, para um encontro com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). O capitão reformado do Exército anunciará o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), elaborado no âmbito da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). A reunião vai acontecer no Instituto Ricardo Brennand, com a presença de pelo menos 11 governadores.

Com Mais PB

Por: Junior Queiroz em 21 de maio de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *