Filho do comandante da volante que matou Lampião e neta do cangaceiro participam de evento em CG sobre o Cangaço

O escritor Paulo Britto, filho do tenente João Bezerra, estará no evento ‘Cangaço Campina 2019’ que acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de novembro, na Vila Sítio São João, em Campina Grande. O tenente João Bezerra foi comandante da volante que no dia 28 de julho de 1938 saiu de Piranhas, cidade localizada nas margens do Rio São Francisco em Alagoas, rumo ao esconderijo de Lampião, Maria Bonita e seu bando na outra margem do rio, na grota de Angicos, já no estado de Sergipe.

Paulo Britto tem se dedicado a defender a memória do pai e refutar obras literárias sobre o Cangaço que, segundo ele, distorcem os fatos de forma irresponsável. “A censura é incabível, antipática e reprovável, mas a liberalidade desmedida e caluniadora desvirtua os valores morais”, argumentou Britto em coluna escrita para o blog Cariri Cangaço.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet. Mais informações estarão disponíveis no instagram do evento @cangacocampina.

Inscrições para o Cangaço Campina 2019

Paulo Britto relata que no combate de Angicos, João Bezerra, como primeiro tenente, já havia participado de três expedições de guerra fora de Alagoas, nas revoluções de 1925, 1930 e 1932, tinha sido nomeado nove vezes delegado; recebido nove elogios e louvores em boletins da corporação, exercido o cargo de prefeito interventor em Piranhas-AL, cumprido várias missões especiais, e travado vários combates com cangaceiros, inclusive com Lampião.

Em Campina Grande, Paulo Britto irá receber a comenda Paulo Gastão, em homenagem a um dos maiores pesquisadores do Ciclo do Cangaço no Brasil.

O evento “Cangaço Campina 2019” trará à Campina Grande as maiores autoridades do Brasil sobre a temática ‘Cangaço’. A palestra de abertura ficará por conta da escritora Vera Ferreira, neta de Lampião, e contará com as presenças de Paulo Brito, filho do Coronel João Bezerra; Expedita Ferreira, filha de Lampião e Maria Bonita; Eliza Dantas, filha do cangaceiro Candeeiro; Jaqueline Rodrigues, neta de Chiquinho Rodrigues; e Patricia Gastão, filha do historiador e pesquisador Paulo Gastão.

Por: Junior Queiroz em 9 de novembro de 2019

GOSTOU? CURTA, COMPARTILHE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *